Frutas brasileiras

O Brasil produz atualmente 40 milhões de toneladas de frutas por ano em uma área de cultivo aproximada de 23 milhões/ha, colocando o país na 3ª posição no ranking mundial de produção e sendo superado apenas pela Índia e China. Contudo, a maior parte da produção é destinada ao consumo interno, sendo que o país ocupa apenas a 23ª posição no ranking mundial dos exportadores, criando mais uma enorme oportunidade de mercado a ser explorado pelo já pujante agronegócio brasileiro.

Com a tendência de alta do mercado de exportação de frutas processadas e in natura, o interesse pelos investimentos no setor da fruticultura tem crescido significativamente, embora seja importante lembrar que o volume das exportações brasileiras ainda não ultrapassa 3% da produção, com a maior parte da produção ainda sendo destinada ao mercado consumidor interno.

Segundo levantamento realizado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) a produção da fruticultura brasileira gera receitas superiores a R$ 10 bilhões anuais, uma participação bastante tímida em um mercado global que movimenta mais de US$ 130 bilhões por ano.

Além de uma importante fonte de alimentação, a cadeia produtiva da fruticultura é geradora de empregos e renda para a população e de divisas para o país, sendo que somente com as exportações de suco de laranja, o Brasil obtém receitas da ordem de 2 bilhões de dólares anuais e de 900 milhões com as exportações de frutas frescas e secas.

Melão, manga, melancia, maçã, banana, abacate, lima/limão, laranja, uvas e peras são as principais variedades de frutas exportadas, tendo a Europa como seu principal mercado consumidor.

Neste contexto, a preocupação com a qualidade dos alimentos tem se tornado um fator importante, tanto para as autoridades responsáveis pela saúde, como para o consumidor. O conceito de alimento seguro envolve a sua qualidade do ponto de vista nutricional, organoléptico e da ausência de determinados tipos de riscos ou perigos.

Desta forma, A NSF International, através de sua missão de ajudar a assegurar globalmente a saúde e segurança das pessoas, oferece através de seus laboratórios de alta tecnologia, os serviços de análises laboratoriais físico-químicas, microbiológicas e toxicológicas reconhecidas oficialmente por órgãos nacionais e internacionais necessárias para o controle de qualidade das frutas, visando atendimento aos mais rígidos padrões normativos e legais de segurança para o consumo estabelecidos tanto para o mercado interno, como para exportação para os mais importantes mercados globais.

Quer saber mais como a NSF International pode ajudar a sua empresa? Envie um e-mail para comercial.alimentos@nsf.org.

 

Por Vera Gallardo, consultora para a área de alimentos da NSF International

Fontes: Embrapa (www.embrapa.br), Abrafrutas (www.abrafrutas.org)