NIS 2024 (Nutri Ingredients Summit) – As Principais Tendencias de um Setor em Rápido Crescimento

Explore as principais tendencias que encontramos neste evento para os segmentos de food e suplementos.

O NIS desse ano foi realizado no Transamerica Expo Center, em São Paulo, nos dias 23 e 24 de Abril. Superando nossas expectativas, o evento foi um sucesso com diversas empresas de alimentos, bebidas, suplementos alimentares e farmacêuticas expondo seus últimos lançamentos.

Nossos especialistas Alex Escouto, do time de Vendas, e Andrea Machado, Gerente Técnica da área de Suplementos, estiveram presentes, conversando com os clientes e assessorando no direcionamento dos ensaios. Ambos fizeram uma análise com suas considerações:

  1. Mudança de Produtos Sintéticos para Produtos Naturais
    Possivelmente motivado pela necessidade dos consumidores em entender o que há em seus alimentos e suplementos, uma mudança de substâncias sintéticas está começando a surgir. Ficou evidente que os expositores fizeram investimentos significativos em novos ingredientes mais naturais.

    E ao passo que os hábitos de compras dos consumidores sugiram que estejam buscando o melhor preço possível, a proeminência dessa tendência no evento implica que eles também estão dispostos a pagar por esses produtos que normalmente tem um preço mais elevado.

    Um desses produtos é o óleo de krill, um produto totalmente natural feito de pequenos animais marinho, que pode ser rico em ácidos graxos ômega-3. Estudos sugerem que nosso corpo pode absorver e utilizar os ácidos graxos do óleo de krill de maneira mais eficiente que em outros produtos similares.

  2. Atendimento ao mercado externo
    Muitos clientes brasileiros estão com foco na exportação de suplementos, neste contexto é possível verificar um interesse ente não só pela análise de Doseamento, mas também pela análise de contaminantes: metais pesados, agrotóxicos e micotoxinas. Análises já bem consolidadas no laboratório da NSF no Brasil.

    Além disso, muitos clientes tem interesse em ter o selo da NSF em seus produtos para atendimento ao mercado externo, principalmente EUA.

  3. Necessidade por Velocidade
    Muitos clientes da NSF também estiveram presente no evento, e foi uma grande oportunidade para conexão e integração, conhecer seus últimos projetos e entender o que eles mais valorizam ao trabalhar com a NSF. Essa interação nos auxilia a garantir o melhor entendimento de suas necessidades e nos impulsionar a sempre melhorar nosso trabalho.

    A NSF é conhecida por estes clientes não apenas por nossos serviços de testes, mas também por serviços como as diversas certificações relacionadas a alimentos que entregamos em todo o Brasil.

    Nossos clientes nos contaram que, quando novos produtos são lançados e desejam conseguir uma vantagem competitiva, a velocidade é muito importante. É por este motivo que a NSF trabalhou intensamente para oferecer tempos de resposta rápidos, eficientes e preciso que atendam às necessidades de nossos clientes.

  4. Novas Regulações No Horizonte
    Embora a conformidade regulatória seja importante, pode ser um desafio para entender o que precisa ser feito para cumprir tais regulações. A publicação da Resolução RBD 843/2024 pela ANVISA no início do ano foi um tópico recorrente nas conversas, especialmente porque as novas regras entrarão em vigor no dia 1 de setembro desde ano.

Como a NSF pode ajudar

Para organizações que trabalham nas indústrias de alimentos e bebidas, suplementos alimentares e farmacêuticas podem oferecer serviços de testes e analíticos em nosso laboratório acreditado pelo ISO 17025 em Porto Alegre. Nossos químicos, microbiologistas, farmacêuticos e toxicologistas podem realizar testes para detectar contaminantes e resíduos, bem como oferecer serviços adicionais incluindo desenvolvimento de métodos. Eles podem também trabalhar com clientes para oferecer testes para apoiar a conformidade com os regulamentos.

O novo programa Checked by NSF ™ da NSF ajuda empresas a reabrirem e permanecerem abertas com segurança.

Empresas, restaurantes, escolas e diversas instituições buscam orientação especializada e validação das medidas preventivas implementadas para o COVID-19.

Checked by NSF Window Example
A NSF lançou um novo programa, Checked by NSF ™, para ajudar empresas, restaurantes, escolas e instituições culturais a implementar as medidas necessárias para retomar e manter suas operações, minimizando os riscos de corona vírus para seus clientes, visitantes e funcionários.

A NSF, organização global de saúde pública, lançou hoje um novo programa para ajudar empresas, restaurantes, escolas e instituições culturais a implementar as medidas necessárias para retomar e manter suas atividades. E operações minimizando os riscos de corona vírus para seus clientes, visitantes e funcionários. O novo programa Checked by NSF ™ da NSF inclui uma ampla variedade de serviços, desde um aplicativo que detalha os protocolos de prevenção COVID-19 para cada tipo de negócio até serviços de consultoria aprofundados e planos de reabertura personalizados com base nas mais recentes diretrizes de saúde pública global e local.

“Não faltam orientações por parte das autoridades de saúde pública”, disse Sonia Acuña-Rubio, Diretora de Operações da NSF na América Latina. “As pessoas estão nadando em orientações, no entanto, precisam de ajuda para torná-las operacionais e aplicá-las às suas próprias condições”.

Atualmente, a NSF presta consultoria sobre planos de prevenção de COVID-19 e verificação da implementação de protocolos em hotéis e restaurantes de fast food na América Latina.

Além de orientação e consultoria, a NSF também verifica instalações para ajudar a garantir que as medidas preventivas apropriadas sejam aplicadas de maneira eficaz. O serviço Checked by NSF ™ fornece aos proprietários e gerentes de negócios informações valiosas sobre sua prontidão para reabrir e oferece tranquilidade aos funcionários, consumidores e visitantes que possam estar preocupados com a exposição ao vírus.

“Os serviços foram projetados para serem flexíveis, pois cada empresa ou estabelecimento terá necessidades e requisitos diferentes”, disse Acuña-Rubio. “Para alguns clientes, o uso de nosso aplicativo e uma lista de verificação específica para o setor podem ser suficientes. Outros buscam ajuda mais profunda sobre problemas específicos em suas localidades ou setor. Mas, outros também que simplesmente querem que verifiquemos a implantação de seus protocolos para garantir que não tenham esquecido nada “.

As verificações de conformidade são feitas através de autoavaliações usando o novo aplicativo Checked by NSF ™, auditorias remotas e / ou auditorias no local. Os estabelecimentos que atenderem com êxito aos requisitos de cada uma das três fases do programa poderão postar a chancela Checked by NSF ™ em seu site para demonstrar confiança.

As três fases incluem tarefas e procedimentos necessários para a pré-abertura, reabertura e para permanecer aberto. Um código QR na sinalização ajuda o consumidor a validar as reivindicações e entender os esforços que estão sendo feitos em cada instalação para proteger visitantes e funcionários do COVID-19.

As três fases do programa cobrem os seguintes requisitos:

  • Fase 1 (planejamento): a conclusão da fase 1 significa que o estabelecimento concluiu o desenvolvimento dos procedimentos, políticas e planos de segurança necessários.
  • Fase 2 (implementação): a conclusão da fase 2 significa que o estabelecimento implementou com êxito os procedimentos, políticas e planos de segurança necessários.
  • Fase 3 (melhoria contínua): a conclusão da fase 3 significa que o estabelecimento mantém e aprimora os procedimentos e políticas de segurança exigidos de maneira contínua e eficaz.

“O COVID-19 é novo, mas o controle de infecções e boas práticas de higiene não são. A NSF vem realizando esse tipo de trabalho para manter os consumidores seguros e saudáveis há 75 anos, afirmou Acuña-Rubio.”

Para obter mais informações sobre os serviços Checked by NSF ™, entre em contato com NSFservices@nsf.org. Para perguntas da mídia, entre em contato com Priscilla Perniciotti Costa em pcosta@nsf.org.

Top 10 Dicas para praticar Food Safety em casa!

Pessoas em todo o mundo estão praticando distanciamento social e auto-isolamento em casa, o que significa mais refeições caseiras e uma maior necessidade de manuseio adequado de alimentos, armazenamento e técnicas de cozimento.

“Com mais pessoas cozinhando suas próprias refeições em casa, é importante praticar os mais altos padrões de segurança, limpeza e higiene dos alimentos”, diz Lisa Yakas, especialista em produtos de consumo da NSF. “Embora dados científicos mais recentes mostrem que o coronavírus não é transmitido por alimentos, é sempre importante seguir as dicas de segurança dos alimentos para evitar outros riscos, como E. coli, Salmonella, bolores e leveduras, que podem resultar em doenças transmitidas por alimentos – DTA”.

1. Evite lotar demais a geladeira

Pode ser tentador lotar sua geladeira com mantimentos, mas lembre-se de que a circulação de ar é necessária para manter os alimentos frescos. Use um termômetro para garantir que os alimentos dentro da geladeira sejam mantidos a 40°F (4°C) ou menos. Isso pode significar ajustar a temperatura da geladeira para menos de 4ºC. Enquanto você tenta evitar sobrecarregar sua geladeira, lembre-se de que um freezer é mais eficiente e pode ser mantido cheio.

2. Seja estratégico ao estocar sua geladeira

Designe uma prateleira (gaveta) ou recipiente para a carne crua descongelar na geladeira. Isso evita que os sucos cheguem a outro lugar que não seja a gaveta ou o recipiente. Não armazene carne pré-cozida ou “carne” à base de vegetais ao lado de carne crua para evitar a contaminação cruzada.

Lave e enxágue todos os produtos frescos antes de guardá-los.

Dica profissional: limpe todas as embalagens de plástico e garrafas compradas recentemente na mercearia com um pano desinfetante antes de guardá-las na geladeira ou na despensa.

3. Deixe as sobras esfriarem antes de armazená-las

Você sabia que existe uma maneira segura de guardar as sobras? O passo mais importante do armazenamento adequado é não deixar as sobras ficarem em temperatura ambiente por mais de duas horas. Ao guardar as sobras, distribua os alimentos em recipientes herméticos de profundidade adequada e deixe os alimentos esfriarem adequadamente antes de guardá-los na geladeira.

4. Reaqueça as sobras da maneira segura

Ao reaquecer as sobras, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças recomendam que os alimentos cheguem a 74°C. Ao usar um microondas, misture os alimentos no meio do processo de aquecimento.

Lembre-se de verificar a temperatura da sua comida em vários locais com um termômetro certificado.

5. Saiba quando as sobras na geladeira ou no freezer vão estragar

A regra geral para as sobras armazenadas na geladeira é consumi-las dentro de três a quatro dias. Se você não planeja comer sobras imediatamente, considere congelá-las. As sobras podem ser armazenadas no freezer por dois a três meses. Dica profissional: rotule seus potes com a data em que foram armazenados para que você saiba quando descartar.

6. Descongele os alimentos congelados da maneira certa

Aqui estão três métodos diferentes para descongelar ou descongelar sua comida adequadamente:

  • Descongele na geladeira.
    Mantenha a carne crua separada para que os sucos não contaminem outros alimentos em sua geladeira. Planeje um tempo de descongelamento de quatro a cinco horas por cada 500g para a maioria dos alimentos ao usar esse método.
  • Coloque em água fria corrente ou mergulhe em água fria.
    Se você colocar os alimentos congelados na água, troque a água a cada 30 minutos para evitar que os alimentos não fiquem muito quentes. Pode demorar cerca de 30 minutos por 500g. Use este método apenas se você planeja cozinhar os alimentos imediatamente depois de descongelar.
  • Descongele ou descongele no microondas.
    Você também deve usar esse método apenas se planejar cozinhar os alimentos imediatamente depois. Siga as instruções do seu microondas ou use a configuração de descongelamento.

    • Ao descongelar alimentos congelados, certifique-se de que a temperatura interna dos alimentos nunca entre na “zona de perigo” entre 4°C (40°F) e 60°C (140°F), o que pode permitir que as bactérias se multipliquem rapidamente e causem doenças transmitidas por alimentos doença.
    • Lembre-se de nunca descongelar os alimentos na bancada ou em temperatura ambiente, pois isso pode causar temperaturas desiguais em todo o alimento.
    • Se você cozinhar com alimentos congelados, o tempo de cozimento levará aproximadamente 50% a mais do que o tempo recomendado para carnes e aves totalmente descongeladas ou frescas.

7. Preste muita atenção às datas de vencimento

Com muito mais comida enlatada em casa, observe atentamente as datas de vencimento e não consuma alimentos após essas datas.

8. Conheça a diferença entre limpeza e desinfecção

Limpeza é o processo de remoção de germes e sujeira de uma superfície.

Desinfecção é o processo de usar produtos químicos para matar microorganismos presentes na superfície, nossa principal prioridade à medida que o vírus COVID-19 se espalha.

Uma maneira de fazer isso é usar uma solução de álcool a 70%.

Outra opção é usar cinco colheres de sopa (1/3 xícara) de alvejante doméstico sem perfume em um galão de água.

A Agência de Proteção Ambiental dos EUA (EPA) divulgou uma lista de produtos desinfetantes registrados na EPA, qualificados para uso contra o SARS-CoV-2.

9. Envolva toda a família na limpeza de superfícies

Está tendo dificuldades para manter seus filhos ocupados durante seus novos dias letivos remotos?

As crianças são excelentes ajudantes na higienização do lar!

Envolva-os em um desafio que envolve a identificação de todos os pontos de contato comuns da casa, incluindo bancadas, puxadores de geladeira, puxadores de armários de cozinha, puxadores de torneira, botões / painéis de aparelhos e interruptores de luz.

Os adultos podem limpar e desinfetar os pontos de contato identificados.

10. Lave as mãos!

E, como sempre, uma das maneiras mais fáceis de impedir a propagação de germes é lavar as mãos adequadamente. Faça o download do nosso infográfico para imprimir e compartilhar.

“Como o número de casos de COVID-19 continua aumentando em todo o mundo, é importante manter o foco nas coisas que você pode controlar”, acrescenta Yakas.

“Segurança, limpeza e higiene dos alimentos em sua casa são tudo o que você tem 100% de controle e ajuda a garantir a sua saúde e a segurança de seus entes queridos.”

Para perguntas da mídia, entre em contato com Lindsay Karpinskas em lkarpinskas@nsf.org.

Para enviar perguntas relacionadas a problemas de saúde e segurança pública, entre em contato com info@nsf.org.